Horta na Varanda 2015 (semana #07)

7ª semana de horta na varanda, algures no Porto com mais do mesmo (e bom) da semana passada

Horta na Varanda 2015 (semana #06)

6ª semana de horta na varanda, algures no Porto, já temos 1 morango a ficar vermelho bem como a primeira flor em um do tomateiros, para além disso as couves já começam a dar o ar da sua graça.

Marketing, Ecommerce, SEO e Gilles Peterson

Dois meses com algumas novidades a nivel de podcasts como por exemplo o Marketing Digest e o Worldwide.

Data Stories

Data Stories #48 Vis Going Mainstream w/ Stamen’s CEO Eric Rodenbeck – acho que já meia duzia de anos que vi a belissima apresentação “dos” Stamen Design no OFFF em Barcelona, foi uma das apresentações mais marcantes e inspiradoras e ao ouvir este episódio do Data Stories voltei a sentir isso e a lembrar-me do livro “Design like you give a damn”

Scrum Master Toolbox

Stephen Thomas shares his recipe to help the organization adopt scrum and engage with the scrum team – podcast só sobre Scrum com entrevistas interessantes a partilhar a utilização das diferentes ferramentas disponibilizadas por esta metodologia. Para mim o Scrum Master Toolbox só peca pelo ritmo ultra acelerado de um podcast por dia. Dinamizado por Vasco “NoEstimates” Duarte.

Matt Reports

Andrew Youderian of the eCommerceFuel podcast – Sim, há quem faça ecommerce sem ser com WordPress e até há quem mude de Magento para Shopify…

Setting web design budget and expectation – entrevista interessante sobre o processo inicial de contratação de uma equipa de design para o design de um website, ou como pormo-nos na pele dos nossos clientes.

Boagworld

Is SEO really evil? A discussion with Andy Kinsey – Todos os clientes querem aparecer no topo da pesquisa google mas sem fazer nada por isso… curiosamente isso não é possível, mas também parece que afinal SEO não é (só) magia negra mas, para além do conteúdo, é o conjunto de coisas que provavelmente nunca deviamos ter deixado de fazer como por exemplo ter o nosso website rápido

The future of HTML with Bruce Lawson – Service Workers (ver também) e o elemento Picture (ver também) são alguns dos temas

Marketing Digest

9 Dicas para novos negócios – Marketing Digest – podcast novo na minha lista. fiquei agradavelmente surpreendido, talvez um estilo demasiado jovem e dinâmico para mim mas uma boa referência para relembrar e aprender alguns conceitos.

Radio Free Culture

Radio Free Culture #40: microSong Super Special – Micro  músicas com Creative Commons Zero.

Gilles Peterson WorldWide

George Clinton in Conversation – Não sei como cheguei a este podcast mas foi sem dúvida a melhor aquisição deste período.

NPR Environment

Some Anxiety, But No Slowdown for North Dakota Oil Boom Town – Pode não ser óbvio para nós (europeus) mas os EUA estão mesmo a meio de um boom na exploração de gas de xisto ou petróleo. Tem feito crescer cidades como nós imaginamos dos tempos iniciais da corrida ao petróleo ou anterior na corrida ao ouro.

 

Dados ou Objetos

Um post interessante do stackoverflow que me indicaram refere a questão de funções ou apis devolverem objetos ou arrays

A principal reação foi de estranheza… um objeto é uma coisa tão diferente de um array… um array, mesmo considerando um array associativo em php, não é muito mais do que um par de valores com n posições… um objeto pode ter uma propriedade que é um array… pode ser uma coleção de outros objetos e, principalmente, pode ter comportamentos implementados dentro de si, ou seja não são só dados…

“An object has state (data) and behavior (code)”

…de outra forma mais valia usar o equivalente aos structs de C.

Outra questão tem a ver com o facto de estarmos a considerar o cenário de resultado de funções e neste caso funções de uma api web.

Considerando que hoje em dia na maior parte das vezes já não estamos a pensar em Remoting ou RMI, como pensavamos há uns dez anos, como por exemplo “objects living in different AppDomains, in different processes, and in different machines” ou “mechanism that enables an object on one Java virtual machine to invoke methods on an object in another Java virtual machine” mas sim pedaços de JSON que são trocados via web então basicamente confirmamos que são só dados que andam de um lado para o outro…

Ou seja, pensando melhor nesta questão o que estamos a falar é se devemos usar arrays ou DTO (Data Transfer Objects) que são objetos cujo propósito é precisamente servir de encapsulamento de dados para transferência entre sistemas. E neste caso podemos pensar que a API que está a fornecer os dados é um sistema e aquilo que vai utilizar os dados é outro sistema.

Assim sendo, e se a nivel de performance estivermos a falar de custos negligenciáveis, parece-me que a escolha será feita somente pela legibilidade que a linguagem seleccionada proporcionar ao código desenvolvido.

Versão em EN no stackoverflow.

(imagem retirada de  http://objectorientedcoldfusion.org/procedural-vs-object-oriented.html)

Referências

As referências culturais são um coisa curiosa, nomeadamente na influência que têm na forma como vemos e interpretamos o que está à nossa volta, como nos relacionamos com outras pessoas e como absorvemos novos estímulos.

Se para uns não conhecer o Bill Murray antes do Lost in Translation ou não ter visto Back to the Future parece uma coisa estranha, para outros não conhecer a versão cinematográfica de Gata em Telhado de Zinco Quente deve ser de uma estranheza inesperada como se pode perceber do texto que acompanha a apresentação da versão do Artistas Unidos que este recentemente no TNSJ

“Será possível devolver ao teatro aquilo que aparentemente o cinema fixou para sempre?”

…Não sei se é possível, mas para determinada geração se calhar já é possivel que aquilo que aparentemente o cinema fixou para sempre (há 60 anos) volte a recuperar o principal papel no Teatro.

GATA EM TELHADO DE ZINCO QUENTE_Fotografias Jorge Gonçalves (3)

Ah sim e foi divertido e incisivo (principalmente o Papá Pollitt), intrigante (o Brick) e motivador para procurar mais quer sobre o filme quer sobre Tennessee Williams.

(Fotografias ©Jorge Gonçalves)