Ode à revista – ou o fim da newsweek

Recentemente foi publicada a última edição impressa da Newsweek numa espécie de confirmação de que os media impressos estão destinados a desaparecer. Uma boa oportunidade por isso para rever esta passagem do livro de Peter Drucker de 1978 “Memórias de um Economista” (Adventures of a Bystander no original) onde fala sobre a vida e transformações […]

Critica a Hayek

“…the mutual adjustment process and spontaneous order that hayek envisages is a far cry from rational choice and constrained optimization envisaged by standard economics, hayek was always scading(?) about the assumption that can reach some deterministic and optimal equilibrium, and equally scading(?) about the supporting assumptions that economic agents are either omniscient or fully rational […]

O Progresso

pag.199 “(…) Embora esgotada, a ideia de progresso, como qualquer outra dotada de uma dimensão mítica, sobreviva à sua morte especulativa numa retórica que se explica pelo humano desejo de ilusões colectivas. O apelo ao progresso alimenta esperança, proporciona uma certa inteligibilidade da realidade social e justifica as nossas poucas decisões. Do progresso, morreu o […]

Desmoralização da responsabilidade

pag 173 “A extensão do seguro tem a sua contrapartida numa particular «desmoralização» da responsabilidade. Em sistemas complexos, para lá de certos limites, a imputação de responsabilidades tem um carácter fictício, torna-se difusa. (…) Há uma incongruência especificamente moderna entre as consequências técnicas e sociais das acções, por um lado, e a «culpa», por outro. […]

A incerteza

pag 158 “(…) A crescente complexidade do mundo não é facilmente entendível pelo indivíduo. As experiências de incerteza não são compensadas pelo aumento de informação, antes frequentemente se intensificam na mesma medida em que se dilata o espaço de informação acessível. Surge o aparente paradoxo de o mundo ser mais estranho para quem tem mais […]

O mediatismo

pag.140 “(…) as notícias não nos informam do que acontece, mas do que outros consideram importante; não falam de gente famosa, mas fazem famosos aqueles que de quem falam. Portanto, os meios de comunicação não nos informam dos acontecimentos mas sim de observações. Por isso, aquilo que acontece tem de ser «mediático» para poder acontecer. […]

Invisibilidade

pag. 64 (…) A invisibilidade é o resultado de um processo complexo no qual confluem a mobilidade, a volatilidade, a fragmentação e as fusões, a multiplicidade de realidades inéditas e o desaparecimento de blocos explicativos, as alianças insólitas e a confluência de interesses dificilmente compreensíveis.(…) (…) Recordam-nos com frequência que o mundo é como uma grande rede, […]

Ecologista avant la lettre

ELENA ANDRÉEVNA (para Ástrov) – O senhor ainda é jovem,, parece ter… bem, trinta e seis, trinta e sete anos… e talvez não seja tão interessante como está a dizer. Floresta, floresta. Parece monótono. SÓNIA – Não, é muitíssimo interessante. Mikhail Lvóvitch todos os anos planta florestas novas, e até já lhe mandaram uma medalha […]