Escola Secundária Oliveira Martins

Pode ser que um dia eu comece a chamar a este edifício de escola Soares dos Reis. Mas não vai ser para já. Por enquanto, e imagino que durante muito tempo, será simplesmente o “Oliveira”, lugar onde estudei entre o 7º e o 12º.

Foram cinco anos que, numa altura em que as aulas começavam em data incerta durante o mês de Outubro, eventualmente sem as disciplinas todas, para mim ainda começaram um dia mais tarde já que na sexta-feira anterior tinha partido o braço e por isso fui poupado pelos meus pais de ir logo no primeiro dia.

É estranho como me parecem tão vivas essas memórias. Lembro-me perfeitamente da primeira aula que tive nessa terça-às 14.30. Foi Geografia e comecei logo com uma falta de atraso porque realmente cheguei atrasado – tinhamos tido um acidente com o carro uns dias antes e tivemos que estar à espera de um taxi para me levar à escola… enfim, um luxo que naturalmente não se repetiu. Mas foi um começo giro já que, qual entrada na primeira classe (da qual não me lembro especificamente do primeiro dia)  e dada a minha fragilidade de então (por ter partido o braço) tive o meu pai a levar-me mesmo até à sala de aula numa espécie de passagem de testemunho já que ele também tinha andado um ou dois anos na então Escola Comercial e Industrial (acho que ainda lá estavam essas letras na altura).

Pode ser a minha memória a pregar-me partidas mas quase que aposto que foi na sala 23 que tive a minha primeira aula do 7ºH. Nesse ano a parte do recreio estava em muito mau estado, aquela espécie de alcatrão que fazia de chão estava todo a desfazer-se com grandes buracos lá pelo meio. Não era muito agradável jogar à bola nessas condições e as tabelas de basquete também estavam um bocado maltratadas. Para além disso praticamente não tínhamos espaço de convívio coberto. Quando chovia limitavamo-nos a ficar nas escadas ou numa espécie de corredor alargado e comprido que ligava o edifício principal ao edifício do ginásio e da cantina e que a meio tinha uma casa de banho para rapazes simplesmente degradante.

Correndo o risco de cometer uma grande injustiça diria que o único melhoramento a que assisti das condições da escola durante os cinco anos em que lá estive foi mesmo o alcatroamento do recreio. Uma maravilha, tudo lisinho com as marcações dos campos bem visíveis e com novas tabelas de basquete e balizas (quando também ainda não era preciso estarem presas ao chão).

Mas como disse provavelmente estava a ser injusto. Já não sei avaliar mas diria que eram razoavelmete bons os computadores com que tive as aulas de Técnicas de Programação no 10º e Linguagens de Programação no 11º mesmo se não tinham disco duro, quando eu já tinha um disco de 20Mb e ainda usavam as verdadeiras floppys de 5,25 720kb enquanto eu já tinha as modernaças disquetes de 3,5 1,4Mb.

Não me lembro de grandes eventos dentro da escola mas lembro-me do convívio em frente à escadaria de entrada ao fim do dia, ou das corridas pela rua dr. alberto aguiar + rua das antas abaixo para conseguir apanhar o autocarro a tempo para ir almoçar a casa (isto já no 10ºano) ou as garantidamente 2 viagens diárias durante cinco anos entre a praça das flores e a escola rua do amparo acima e claro lembro-me muito bem de saltar por cima das grades da entrada todos os sábados de manhã para lá ir jogar à bola.

Por isso é que essa escola, para mim, continua a ser a escola Oliveira Martins ou simplesmente o Oliveira que ficava perto do Aurélia, um bocado mais longe do Rainha ou do Herculano… esse era o parque escolar com que tinha afinidade. Desculpem-me mas a mim a Soares dos Reis não me diz muito… conhecia desde a altura em que passava por ela quando vinha do Augusto Gil para casa mas não fazia ideia o que acontecia lá dentro… não era artista, nem “filiado” em nenhuma tribo (punk, rockabilly, metalico, …) era simplesmente um miudo que morava nos subúrbios apesar de passar todo o seu dia no centro da cidade.

Mas rei morto, rei posto. O Oliveira morreu, longa vida para o Soares dos Reis.

(update 16-fev-2011 – através das maravilhas do facebook existe agora um grupo Oliveira Martins, se estiverem particularmente saudosistas ou quiserem só ver se conhecem alguém apareçam nesse grupo)

por Vitor Silva



22 Comments

  1. Mónica wrote:

    Oi,

    também andei na Oliveira Martins.
    Não sei se nos conhecemos? Adorei o teu texto, fez-me pensar!!

    Só queria dizer que como a escola foi encerrada por ser “violenta”, eu que cresci lá durante 4 anos, não sou nada violenta…

    Acho que até bem fezil…

    A escola/professores deram-me uma grande formação. Tudo o que sou hoje devo pelo menos uns 60% a eles!

  2. Helena wrote:

    Tenho a dizer que me arrepiei, até parece que foi ontem… não sei quando andaste lá mas parece que andamos juntos 😉
    tenho 34 anos e se sou o que sou hoje devo mt àquela escola e a todos os meus colegas. Subi muitas vezes aquelas escadinha que dão para a rua coutinho de azevedo para calcar o jardim e saltar a rede para ir jogar basquetebol ao fim de semana…Saudades.
    Se puderes entra em contacto…gostava de encontrar mais pessoal de lá….

  3. Arnaldo wrote:

    Bem….eu tenho 47 anos e andei na “Oliveira” ainda a escola era só para rapazes. Tinha vindo da “Ramalho” e quando deparei com aquela escola senti-me pequenino: pista de atletismo, 2 campos de basquete, 1 campo de voleibol, 3 campos de futebol/andebol , mais o ginásio…espectáculo.

    As bolas que pediamos ao Alvarenga nos “feriados” das aulas…nessa altura ainda não havia as oficinas naquele coberto que liga o ginásio ao edifício principal.

    Quando há dois anos me desloquei à “Oliveira” para pedir um certificado escolar, fiquei nem sei como…tudo abandonado, na secretaria preparavam-se para fechar e encaminharam-me para a Soares dos Reis; O que era uma escola palpitante de vida, estava moribunda….

    Foi bom encontrar aqui ex alunos do “Oliveira”. Obrigado por isso 🙂

  4. Jorge Oliveira wrote:

    Bem meus amigos, tenho 35 anos e andei tb no Oliveira Martins do 7 ano ao 12, e para k fique registado foi uma escola que m deixou muitas saudades, bons tempos. Realmente ainda cheguei a passar na frente do edificio quando ja estavam a demolir e foi um bocado triste ver uma pilha de carteiras e mesas que foram colocadas lateralmente ao edificio, e nesse momento senti-me triste por ver que estavam a apagar um bocado do meu (nosso) passado.
    Abraço a todos

  5. Lenita wrote:

    Enganei-me no meu endereço no meu post de May 28th, 2009 at 4:33 pm …

  6. Jota P Sousa wrote:

    Olá! Tenho 30 anos e andei no “Oliveira” do 7º ao 9º. Lembro-me como se fosse hoje. No meu tempo o corredor que unia o pavilhão das salas de aulas ao pavilhão do ginásio ainda tinha salas de aula. Lembro-me perfeitamente do meu grupo do basquete nos intervalos, lembro-me das motas todas encavalitadas na entrada lateral, lembro-me dos carros abandonados que empurravamos para o meio da estrada para parar o trânsito, lembro-me do Pinto a saltar sobre o balcão do bar para “apanhar” panikes, lembro-me das “traseiras” onde se começava a fumar, lembro-me do ginásio que dava 20 a zero ao do “Aurélia”, com uma varanda para assistir a jogos, lembro-me de assistir lá a alguns concertos, lembro-me do basquete do Porto ir lá treinar ao fim do dia… etc., etc., etc.
    Boas recordações e um nó no peito quando começaram a demolir aquilo tudo, ficam as memórias…

  7. Diamantino Rebelo wrote:

    Tenho 45 anos e umas saudades enormes do Oliveira.
    Estudei no Oliveira do 7º. ao 11º.
    Depois de sair de lá, lembrava-me frequentemente da ” minha” escola.
    Bons tempos passados, bons amigos criados e como alguém diria uma saudade eterna, pois de tanto falar nela ao meu filho, mataram-na(vou chorar).
    Se alguém conhecido do meu tempo ler o texto fantastico do colega mais novo, diga alguma coisa.
    Abraço.

  8. salvador santos wrote:

    Olá amigos,
    Também eu andei na Oliveira Martins e tive o prazer de fazer parte da primeira assiciação de estudantes e também vim da Ramalho ortigão.
    Também eu me lembro do Alvarenga, e do Serafim (pequenino).
    Eu era da turam 3ºB a famosa turma que levou uma pena suspensa na totalidade de um mês, a famosa turma do “Marinheiro”, alguém se lembra?
    Gostava de ter mais noticias
    Abraço amigo

  9. Nuno Castelo wrote:

    OLÁ PESSOAL DO OLIVEIRA, PARA MIM AKELA ESCOLA AINDA EXISTE, C O K ENCONTREI NA NET A FALAR DELA ATÉ ME ARREPIEI C O SEU SIGNIFICADO PARA TANTA GENTE, COMO FOI PARA MIM, TENHO 31 ANOS E ANDEI LÁ ALGUM TEMPO, DO 9º AO 12º E VIM DA RAMALHO. NAO SEI SE LEMBRAM DO EMPREGADO DO GINÁSIO, O ADOLFO, DE APELIDO CACHAÇOS, É MEU TIO.
    EU LITERALMENTE FICAVA LA DE MANHA À NOITE, SAUDADES DO BAR ,DOS JOGOS DO INTER – TURMAS, DA ASSOCIAÇÃO DE ESTUDANTES. LEMBRAM-SE DO ORLANDO, PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FISICA?EHEHEH, C AKELE CABELINHO..!!!!
    ABRAÇOS PRO PESSOAL DAS ANTAS, DAS AVENIDA FERNÃO MAGALHÃES E PARA O PESSOAL QUE MORAVA ALI PERTO DA ESCOLA E QUE CONTINUAM NAS MINHAS GRANDES MEMÓRIAS DO OLIVEIRA MARTINS…
    EU SOU O CASTELO………ABRAÇOS, DEIXO AKI O MEU CONTACTO PARA REALIZARMOS UM CONVÍVIO – 914816568

  10. Ana Sousa wrote:

    Andei no Oliveira do 7º ao 9º anos, talvez entre 92 e 95. Hoje trabalho lá perto, talvez a 2 minutos a pé. Dá-me um aperto no coração olhar para aquele edifício. Tal como o vejo hoje, não me diz nada. Mas quando olho para ele ainda consigo ver o edifício cor-de-rosa e as mesmas pessoas de há quase 20 anos atrás. Na minha cabeça, parece que nada mudou.
    Andei no 7º e 8º D e depois no 9º E. Disso não me esqueço nunca. São boas recordações que aqui relembrei com imensa saudade.

  11. Sandra Cidade wrote:

    Olá!
    Também fui aluna no Oliveira no técnico- profissional 10º ao 12º ano.
    Tenho boas memórias lá passadas tanto com colegas de turma como fantásticos professores….
    Quem não se lembra do professor de Direito – Prof. Soares; Estatistica/Economia Isabel…
    E até do prof de ginástica sim o Prof Orlando…..
    Enfim bons tempos!
    Um bem haja a todos que por lá passaram!

  12. Monteiro wrote:

    Andei de 71 a 76,
    QUE SAUDADES…

  13. Hernani da Silva Marques wrote:

    Pois é… o que dizer de uma escola onde cresci, levei porrada mas também dei alguma, as pancadarias a meio dos jogos de futebol (infelizmente sempre à baliza), os tipicos levar ao poste e aos morangos… sim, aquela zona que ficava em frente ao polivalente ao pé daquele terreno que na altura nada tinha (e penso que ainda hoje nada tem…) e que era bastante ingreme… era roupa borrada pela certa a descer essa zona… tenho 29 anos e saudades dessa escola são imensas; andei por lá desde o 7º até ao 11º inclusivé…

    E a rádio? Na altura era a Impacto mas o nome nunca foi o mais importante… foram tardes bem passadas… durantes uns tempos fui conhecido como o “DJ”… se aparecer alguma vivalma que ainda se lembre desses tempos…

    Quanto a empregados lembro-me do “Jovem” que entretanto faleceu e do que ficava no Ginásio… esse na altura tinha um Mercedes que estacionava na parte que ficava atrás da cantina/ginásio e que duma vez eu e uns colegas meus o empurramos até quase bem perto dos campos de futebol. Também me lembro de um paralelipedo que foi parar ao capot de um carro de uma das empregadas da cantina… isso foi ou no 7º ou 8º anos e foi quase toda a turma ao directivo….

    Muito mais ficará decerto por dizer desses tempos…

    Um bem haja a todos que nessa altura conviveram comigo

  14. Manuel Monteiro Matos wrote:

    Olá a todos os ex-alunos do “Oliveira” !!
    Tenho agora 49 anos (irra…) e entrei no Oliveira Martins em 1976, quando ainda era uma escola Masculina… Grande festa quando passou a Escola Mista, com as raparigas que antes só espreitávamos na Aurélia de Sousa… Que Saudades de todos aqueles anos… Na altura morava lá perto (os meus pais ainda moram, eram os donos do café Anteal na Fernão de Magalhães)…
    Ainda hoje não percebo o motivo que levou ao fecho da Oliveira Martins, mas enfim…
    Um Abraço a todos, especialmente àqueles que comigo lá andaram naquele tempo (e não é que já passaram 28 anos que de lá saí?… e passaram já 35 anos que lá entrei???)

  15. Olga Rodrigues wrote:

    Olá pessoal. Eu andei na Oliveira nos anos lectivos de 78/79 e 79/80. Tenho 50 anos e tb boas recordações. Andei no 10 e 11º E em Informática mas nem computadores havia. Havia os campeonatos de basquete e volei interescolas e nós limpávamos tudo. Tenho medalhas de campeã de basquete interescolas fomos à final com uma escola de Braga. Lembro-me de colegas como a Madalena, a Joana, a Helena, os irmãos Baldaia, o Rodrigo, o Mário Fonseca, o Manuel Plácido e o Paulo Sistelo. Bons tempos nem sabia que a escola desapareceu… Estudei mts tardes no café Anteal e ia de vez em quando ao Tremendão. Tempos que já eram … Um abraço a todos que se lembrem de mim!!

  16. Delfim Semblano wrote:

    Olá Salvador Santos. Eu sou dessa turma do Marinheiro, do 3º B, e também do Marcelino, do Dumas, do Berto grande, do Euclides, etc…
    Gostaria de contactar-te mas não sei como. Vamos fazer um almoço de alunos da década de 70. Se leres isto, tens o email em cima. Contacta-me. Um abraço

  17. Delfim Semblano wrote:

    Olá Salvador Santos. Eu sou dessa turma do Marinheiro, do 3º B, e também do Marcelino, do Dumas, do Berto grande, do Euclides, etc…
    Gostaria de contactar-te mas não sei como. Vamos fazer um almoço de alunos da década de 70. Se leres isto, tens o email em cima. Contacta-me. 914295357 delfadragao@sapo.pt. Um abraço

  18. Andre Sousa wrote:

    (Helena 2009-May-28 at 4:33 pm )

    Pela a idade que disseste ter devemos ter andado juntos. Sou o Andre. Adorava a escola mas detestava estudar 😀

  19. Carlos Garcia wrote:

    Existe um grupo no facebook de antigos alunos da escola deêm uma vista de olhos e juntem-se ao grupo. Gostava de ver pessoal do meu tempo por lá.
    Eu andei por lá de 82-88 do 7º ao 12º… que saudades desse tempo.

    O link do facebook é http://www.facebook.com/group.php?gid=123468804360376#!/group.php?gid=123468804360376

  20. Armando Gouveia wrote:

    todas as escolas têm algumas particularidades estruturais que alimentam o imaginário das pessoas,mas as brincadeiras de recreio eram sem dúvida o expoente máximo do periodo escolar.Foi na escola comercial Oliveira Martins que tomei consciência que estava numa escola a sério.Ainda hoje recordo com muito carinho , e é estranho como ainda me parecem tão vivas essas memorias.
    Dos professores recordo quase todos , do Ita o professor de inglês , do ceguinho o homem da caligrafia ,mas há um que me ficará na memoria para sempre o de matemática ” Boca cheia ” de apelido claro , era o professor no seu melhor.O sr. Alvarenga um homem com uma ternura imênsa , o baixinho o Serafim , o sr Arnaldo do café Tremendão , o Mudo o homem do bilhar, que saudades!! frequentei a escola em 1973“1974“1975 Um abraço a todos. Pese embora hoje se chame escola soares dos reis ,para mim será sempre o Oliveira Martins. Armando gouveia 9º A nº529

  21. ABILIO ROCHA wrote:

    Viva

    Velha guarda, frequentei essa BELÍSSIMA escola, desde da rua do sol, fui inaugurar a nova escola, e tenho muito boas recordações desses tempos.
    A memoria é que já é curta, como tal se alguém esteve nesse tempo na oliveira martins, gostava de trocar recordações
    O 25 de abril de 1974, estava lá, o boca cheia, o alvarenga, e tantos outros, Armando gostava de ter a tua memoria, mas desde já mando-te um abraço
    EU TAVA LÁ
    Abraço
    Abilio Rocha

  22. Olá,
    Parabéns pelo artigo, também guardo muitas e boas memórias desta escola!
    Fiz lá o curso Técnico-Profissional, anos 90-93, tive excelentes colegas e Professores! Passei lá os melhores anos enquanto estudante…
    Abraço
    Isabel

Leave a Reply