Biodiesel – notas rápidas

Versão ultra-rápida: É possivel ter um combustivel mais barato que o gasóleo que pode ser utilizado sem alterar o motor.

Opções: podemos criar biodiesel a partir de óleo usado ou de óleo novo. naturalmente o processo de transformação a partir do óleo usado é um pouco mais complexo do que o óleo novo e a qualidade do produto final poderá variar.
Notas: a utilização de óleo sem qualquer tratamento é totalmente desaconcelhada.

Coisas a ter em atenção:

  • em carros usados não podemos de um dia para o outro começar a utilizar biodiesel. fase de adaptação de 10.000km até chegar à utilização somente de biodiesel.
  • Em carros antigos (antes de 93) temos que ter em atenção a alguns componentes, nomeadamente tubagens em borracha natural que devem ser substituidos por borracha sintética. Há ainda algumas bombas injectoras que não têm capacidade para “puxar” o biodiesel.
  • Existe um aumento do consumo perto dos 5% – em tempos frios (mais aplicável nos paises mais a norte) pode haver dificuldades ao ligar o carro
  • menor fumo preto
  • menores vibrações do motor
  • cheiro a fritos inevitável

Processo de produção. Explicação nada rigorosa só para ficarem com uma ideia

  • filtragem – no caso de ser óleo usado
  • aquecer o óleo até 55º
  • fazer uma mistura de 20-25% de metanol por litro de óleo com 3,5g(*) de soda caustica por litro de oleo (*)- 3,5g no caso de oleo novo, se for usado tem que se fazer um teste anterior para determinar essa quantidade
  • misturar o metanol com o óleo e mexer bem 😉 durante 1 a 2 horas sempre a 50º
  • deixar repousar 8 horas
  • retirar o “depósito” que é glicerina
  • lavagem
  • secagem e tá pronto a usar

por Vitor Silva



Leave a Reply