Mercados de rua

Numa das sessões do Olhares Cruzados deste ano, João Fernandes questionava a festa à volta das inaugurações de Miguel Bombarda e dizia algo do género:  “a inauguração é um momento festivo mas (supostamente) de trabalho para os galeristas” e “as inaugurações são um carnaval”. No essencial questionava (pareceu-me) se esse evento era realmente produtivo para […]