A estupidez dos homens

O titulo está certo, refiro mesmo à estupidez dos homens enquanto género e não como habitual sinónimo da humanidade. Não quero dizer que o género feminino não contribua com alguma coisa neste concurso de qual dos géneros melhor representa a estupidez, mas nós somos imbatíveis. E basta ver o filme Ágora para perceber isso, desde […]

Aventar… aliás Avatar

Pelos vistos só eu é que não achei fabuloso o Avatar…claro que tem uma animação espantosa, uns efeitos especiais de última geração…e o nome é um óbvio trocadilho que James Cameron quis fazer com o nome do nosso blog, mas que me interessa isso? A mim pelo menos essas questões técnicas não fazem parte do […]

Sherlock Holmes

Como parte do meu programa de Natal fui ver a última aparição de Sherlock Holmes no cinema. É sem dúvida um Sherlock Holmes americano, sem grandes subtilezas ou contemplações e que está acompanhado por um Watson também pouco dado a servir só como acompanhante. Para quem se habituou ao Sherlock Holmes da BBC esta versão […]

Cinemateca no Porto

Faz falta no Porto uma infraestrutura dedicada à difusão e preservação (sistemática) da arte cinematográfica (ver entrada na wikipedia da cinemateca portuguesa) e/ou responsável pela preservação da produção audiovisual (ver entrada na wikipedia da cinemateca brasileira) Não vou tentar explicar porque me parece importante uma infraestrutura desse género que outros já justificaram e já anunciaram […]

Nicolau Breyner sobre o cinema

“Acho que para haver cinema de elite tem de haver primeiro cinema comercial. É o cinema comercial que ganha dinheiro para depois se fazer o chamado cinema de autor. O que se passa é o processo inverso, porque existe um preconceito muito português que classifica tudo o que faz sucesso ou é comercial de mau […]

agente triplo

história curiosa de um espião. eu achei divertida mas sei que nem todos serão da minha opinião. um dos pormenores que achei mais interessante foram os diálogos, extensos, por vezes parece que não levam a lado nenhum mas no fim tudo encaixa. e o pragmatismo de fiodor (personagem central) é extraordinário. mais info aqui

agradavel

fui na sexta ver o Maria e as Outras num cinema a um décimo da lotação total. nada de estranho (basta ver alguns comentarios neste mesmo pasquim. É um filme agradável assim do tipo nem insosso nem salgado, mas no final um bom entertenimento… se calhar por 4,5? ou lá quanto custam os bilhetes hoje […]