Apontamentos da Assembleia Municipal do Porto, 8-fev-2010

apresentação da proposta da cdu – ASSEMBLEIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA SOBRE A ZONA ORIENTAL DO PORTO

rodrigo oliveira (ps)

  • são muito poucas as nódoas negras que persistem
  • com fernando gomes zona oriental teve grande desenvolvimento
  • atraso estrutural muito grande
  • focar zona para lá da circunvalação
  • classificação em 1961 da zona como espaço verde(??) impediu qualquer tipo de construção
  • 2001 deixaram projectos preparados para arrancar
  • nota ainda para a intervenção de fernando gomes no desenho da vci a acrescentar os nós do mercado abastecedor e de bonjoia
  • pdm do porto foi castrador para o desenvolvimento de campanhã
  • a lentidão da implementação das UOPG
  • projecto de mário navega
  • belmiro de azevedo terá plano para a fábrica do cobre para criar condominio privado aí
  • projectos que poderiam ter levado para a zona centenas de familias
  • projecto de gimnodesportivo que ficou or fazer
  • tem em projecto a criação de um livro que espera lançar durante este ano sobre os ultimos 50 anos da freguesia de campanhã (que representa 1/5 da área do concelho)
  • praça da corujeira, em 1992 foi remodelada, em 2001 estava em bom estado inclusive com um parque infantil e agora está degradada e o parque infantil desapareceu
  • nos últimos dez anos quase não se fez nada na freguesia

pedido de esclarecimento de paulo rios (psd)
1. o que foi feito com os dinheiros do urban 1 e urban 2
2. programa bairros criticos
3. investimento no parque escolar de responsabilidade da camara
resposta
1. acabou-se com o bairro da mitra, comprou-se a quinta e casa de bonjoia, comprada e recuperada a casa das glicinias
2. não conhece => falou posteriormente ernesto santos (ps)
3. não respondeu

alda macedo (be)

  • não há fatalidades em política
  • necessidade de transformar o que está planeado nas UOPG em acção
  • importante melhorar a rede transportes nessa zona da cidade
  • diminuição constante das tranferencias da autarquia para as freguesias
  • fecho da fundação para o desenvolvimento do vale de campanhã que trabalhava especificamente esta zona da cidade
  • bairro s. joão de deus em que se limitou a deitar abaixo o que lá havia

ernesto santos (ps)

  • necessário diminuir as assimetrias
  • subsistem 232 ilhas em campanhã
  • quando são atribuidas casas as anteriores habitações deveriam ser seladas para impedir a sua reocupação por outras pessoas
  • sobre os bairros criticos, espera em breve ter obras no terreno

pedido de esclarecimento de paulo rios (ps)
1. quando é que apareceram as ilhas
2. que novidades tem sobre os bairros criticos já que são necessários 2 cheques, da camara e do governo (ihru) e a camara só avança depois de ter garantido o dinheiro do governo

resposta 1. – problema são as ilhas privadas. as entidades públicas não conseguem fazer nada em relação a isso
resposta 2. – é uma esperança

andré noronha (cds)

  • atraso estrutural de campanhã
  • atraso de bem mais de 100 anos
  • dos ultimos 20 anos, estes 8 ultimos foram aqueles em que mais se fez em campanhã
  • 65M€ acessibilidades
  • 34M€ espaço público
  • parque oriental (construidos os primeiros 10ha)
  • 17M€ reabilitação
  • 552 fogos intervencionados
  • 10 UOPG para implementar
  • bairro s. vicente de paulo
  • portuenses juntos por campanhã

jorge martins (ps)

  • estranha que a moção da cdu ponha a tónica na falta de investimentos materiais e não por exemplo na educação

sara santos (cdu)

  • demora na implementação do projecto bairros criticos
  • 2005 – definição
  • 2006 – aprovação (p.m.)
  • 2007/2011 – deveriam ser as datas de implementação
  • já foi prolongado até 2012
  • não há intervenções nos interiores das casas

marta pereira (cdu)
parque oriental
2002 – criado gabiente parque oriental

Moção sobre diversas carências da Zona Oriental, intervenção do deputado municipal Miguel Silva

josé castro (be)

  • coesão social
  • sentido de pertença a uma comunidade
  • maior fractura social dos ultimos dez anos
  • privatização do palácio do freixo
  • habitação como principal instrumentos para a coesão social
  • nenhuma construção social na cidade
  • portugal <5% habitação social, resto da europa >20%
  • redução das transferencias para as freguesias, por exemplo -50% de 2002-2008 para a j.f. s. nicolau

paulo rios (psd)

  • chocado e indignado com possivel aproveitamento politico das situações expostas
  • que cidade no mundo não tem estas imagens? [de pessoas a viver em habitações sem condições]
  • investimentos feitos na area da educação (da responsabilidade da cmp) que se limite ao ensino basico

artur ribeiro (cdu)

  • necessidade de descriminação positiva para a zona oriental

paulo rios (psd)

  • dificil discutir e votar moções que são entregues às seis da tarde
  • muitas das criticas apresentadas deveriam ser reencaminhadas para o mai, moptc, msaude,…

por Vitor Silva



One Comment

  1. […] Apontamentos da Assembleia Municipal do Porto, 8-fev-2010 […]

Leave a Reply