Novas Respostas a Novos Desafios – Prof. Alexandre Quintanilha

Algumas notas sobre a palestra do prof. Alexandre Quintanilha na conferência Novas Respostas a Novos Desafios no Inatel do Porto no dia 19-fev-209 sobre Bioética.

  • sem curiosidade e imaginação não pode haver conhecimento
  • curiosidade para fazer perguntas
  • a imaginação influencia a forma como tentamos responder a essas perguntas
  • pensadores mais criativos foram os que fizeram novas perguntas
  • a verdade está sempre sujeita a revisões
  • até ao séc.xv a curiosidade não era recompensada
  • kant – curiosidade desde que obedeça aos critérios da razão
  • jefferson – ir até ao limite do conhecimento
  • vollmer – valores da ética são ferramentas que usamos para a nossa vida e que vão evoluindo
  • enquadrar ética e moral cristã no facto de desde a idade média as universidades / hospitais serem governados por instituições religiosas
  • juramentos ao longo dos anos
    1955 – elmer hess – american health – um médico que não acredite num ser supremo não deve ter o direito de praticar medicina.
  • bioética (1970) van potter, andre hellegers => motivação: experimentação humana. a propósito de um artigo de 1966 de henry beecher.
  • domínios da bioética: investigação, clínica, políticas de saúde.
  • temas principais da bioética: autonomia do paciente; conhecimento informado; direito absoluto à verdade; condenação do paternalismo; respeito pela pessoa; beneficiência; justiça; não maleficiência
  • ver from birth to death and bench to clinic
  • Temas actuais:
    • melhoramento humano
    • biologia sintética
    • eutanásia
    • clonagem reprodutiva
  • sobre o melhoramento humano – a educação não é já uma forma de melhoramento humano? nanotecnologia, biotecnologia, t.i., ciências cognitivas; designer babies, better living, better athletics, longer life.
  • sobre biologia sintética – se for possivel sintetizar uma célula que se reproduz então o que é a vida?
  • sobre clonagem reprodutiva
  • ver por exemplo caso de bébé com um pai e duas mães
  • clonagem contra a lei normal da natureza? toda a medicina é contra a natureza na medida em que impede a normal progressão do ciclo da vida (exemplo extremo o transplante de corações; outro exemplo poderiam ser as anestesias que foram inicialmente questionadas por alguns já que poderiam eliminar a capacidade de compaixão)
  • clonagem como eugenia? comparar com limpezas étnicas, quotas imigração, programas de esterilização.
  • direito à identidade vs clonagem cultural
  • genoma <=> alma
  • Beyond the Gene – Evelyn Fox Leller & David Harel
  • o conhecimento resulta da experiência.
    quem discute invocando a autoridade ilustra mais a sua memória do que a sua inteligência.

por Vitor Silva



One Comment

  1. […] foi sobre Biologia Sintética (Catarina Pacheco), um tema que foi referido muito ao de leve numa palestra que assisti anteriormente do prof Alexandre Quintanilha e que me deixou bastante […]

Leave a Reply