Twitter quê?

Depois da dificuldade em perceber efectivamente o que os utilizadores pretendem, um dos principais motivos que leva a longo prazo que os projectos de software falhem tem a ver com o controlo de qualidade na vertente detecção e correcção de erros.

Embora já tenham sido identificadas boas práticas nesta área, que conseguem, de facto, reduzir o número de erros com que um software é lançado para o mercado, continua-se a ouvir por vezes que a culpa de determinado erro é o facto de o utilizador ter feito algo que não devia (como se existisse sequer esse conceito).

Independentemente da gravidade dos erros que possam aparecer, a verdade é que, por variadíssimas razões, muitas vezes o utilizador final tem uma utilização do software que não tem muito a ver com aquilo para o qual o software foi desenvolvido, explorando cenários possíveis, mas que provavelmente não foram sequer considerados como plausíveis pela equipa de desenvolvimento.

Vem esta posta a propósito do comentário que o Tiago fez sobre algum tipo de utilização do twitter:

” onclick=”return TrackClick(” onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”” onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”,” onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2″ onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”)”A mim não me dá jeito nenhum seguir blogs no Twitter! Para isso existe o RSS. Blogs no Twitter é redundante, é uma moda passageira” onclick=”return TrackClick(” onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”” onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”,” onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2″ onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”)”

Da forma que percebi o que o Tiago disse, ele está a referir-se à publicação no twitter de uma notificação que um determinado blog (normalmente o da mesma pessoa) tem um novo post.

Achei interessante essa opinião (diferente da minha) principalmente porque serviu de pretexto para pensar sobre estas questões da visibilidade online, ou seja o que queremos mostrar de nós online e como utilizar as ferramentas disponíveis para o atingir.

Para mim, todas estas ferramentas servem para mitigar uma questão muito objectiva que é o facto de oito horas do meu dia serem passadas quase exclusivamente sentado a olhar para um computador.
Com esta ocupação é evidente que o tempo disponível para contactar com pessoas directa e fisicamente é diminuto o que leva a, entre outras coisas, que seja muito difícil surgirem contextos / pretextos para o desenvolvimento de conversas.

O twitter, como eu vejo a sua utilização, é uma ferramenta que, por ser tão leve e ” onclick=”return TrackClick(” onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”” onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”,” onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2″ onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”)”limitada” onclick=”return TrackClick(” onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”” onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”,” onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2″ onclick=”return TrackClick(”,’feed%3A%2F%2Fhttp%2F%2Fosmeusapontamentos.com%2F%3Ffeed%3Drss2′)”)” (cada entrada só pode ter no máximo 140 caracteres) presta-se a servir como divulgador de contextos, nomeadamente o meu contexto. E com isso refiro a tudo aquilo que me rodeia física e virtualmente.
Serve essencialmente como porta de entrada para o que faço na esfera profissional e, esporadicamente, na esfera pessoal.

E o que me rodeia é numa grande percentagem virtual, nomeadamente sites que visito, software que exploro, blog em que escrevo.
Daí que me pareça que o twitter seja um sitio ideal para, entre outras coisas, divulgar as novas entradas no meu blog, ou no delicious já que isso é uma parte fundamental daquilo que sou e que quero divulgar.
Sem dúvida que é redundante em relação ao acompanhamento individual de cada um destes sites, mas, a redundância nem sempre é má.
Até porque, neste caso concreto, sei que tenho pessoas que me acompanham no twitter que provavelmente não me acompanham via feed rss do blog.

Mas claro, quando falamos de coisas/objectos virtuais dificilmente se consegue dizer com certeza absoluta qual a sua utilização correcta.

por Vitor Silva



Leave a Reply