Necessidades de um software RFID

Depois de resolvidas as questões de configurações necessárias ao nivel do próprio equipamento (ligar antenas e controladores) e sua adaptação ao meio ambiente em que está inserido (http://www.rfidjournal.com/article/articleview/1118/1/82/), o problema de aquisição e tratamento de dados RFID é aparentemente simples: capturar informação de um controlador e gravar essa informação em algum sitio para depois a utilizarmos, um cenário perfeito para um middleware.
Do que já vi, a nivel de funcionalidades, diferentes controladores fazem mais ou menos a mesma coisa (podem ler 1 tag, estar continuamente a ler tags, incluir mecanismos de detecção de tags duplicadas e escrever tags), no entanto outras questões podem-se pôr no desenvolvimento deste middleware:
– deve permitir ser ligado a diferentes controladores
— embora tipicamente ligado à porta série, as caracteristicas desta ligação variam (velocidade, paridade, stopbit, …)
— os dados a serem enviados para o controlador são diferente, não só no nome dos comandos([S] OU RD) , mas também na formatação que têm que ter (por exemplo começar sempre por xxx ou acabar sempre com CR+LF)
— os dados recebidos do controlador também vêm com formatações diferentes e podem ter tamanhos diferentes (nn bits).
– deve permitir guardar os dados lidos em diferentes repositórios
— por exemplo sqlserver, odbc, ficheiro de texto. cada uma destas opções implica um conjunto de outras definições (connection strings, nomes de tabelas, campos, …)
— os dados a serem escritos serão basicamente o conteudo da tag e alguma informação de controlo, nomeadamente o identificado do leitor, data/hora de leitura
– deve permitir definir se é feito algum tratamento aos dados antes de serem guardados
— por exemplo tirar os caracteres de controle
Conjuntamente com este componente que lê dados dos controladores e os grava no repositório de dados, deverá haver algo que leia esses dados e os utilize de forma conveniente, por exemplo:
– veja se houve alguma nova leitura
– indique o percurso de um determinad tag por data/leitor (…)
Praticamente todos os cenários de utilização deste tipo de tecnologia levam há produção de um volume de dados potencialmente muito grande o que levanta outro tipo de problemas ao nivel de performance, escalabilidade e disponibilidade do sistema.
Algumas recomendações – (Seven Principles of Effective RFID Data Management Part1 / Part2)
– Principle #1: Digest the Data Close to the Source – … it?s data cleansing, consolidation, and summarization, …
– Principle #2: Utilize Complex Event-Processing Concepts
– Principle #3: Employ RFID Data Concentrators – … Employ data concentrators that combine RFID middleware, event processing, and an in-memory data cache to achieve the reliable speed you need …
– Principle #4: Cache Context
– Principle #5: Federate Data Distribution in Near Real Time
– Principle #6: Continuously Filter RFID Event Data – …An airline baggage handling system must track events from the gate to the plane, but they don?t all have to be stored forever…
– Principle #7: Automate Exception Handling – … RFID event replay can help automate exception handling …

por Vitor Silva



Comments are closed.