exposições

museu de serralves – behind the facts. interfunktionen, 1968-75
“a exposição apresenta mais de cem obras realizadas neste período por 43 artistas que participaram nas páginas da revista, sublinhando a relevância de um momento de grande transformação cultural, social e artística, permitindo reler a sua época e confirmar a pertinência e, em muitos casos, a actualidade da transgressão dos limites que marcou as práticas artísticas desse período.”

museu de serralves – ready to shoot: galeria televisiva gerry schum
“na mesma época, também na região do Reno, um jovem realizador de cinema, Gerry Schum, que tinha um contacto estreito com os artistas da sua geração – muitos deles relacionados com a revista interfunktionen – criou condições para que estes artistas utilizassem o video como meio de documentação das suas próprias obras, mas também como suporte inovador das suas criações. Schum promove a extensão da arte ao filme, modifica o conceito de galeria para o de uma agência representando os interesses dos artistas na produção de obras, utiliza de forma pioneira a televisão como um meio para a difusão da arte.”

culturgest porto – proximidades e acessos: obras da colecção de ivo martins
“para além de dar a conhecer a obra de artistas contemporâneos portugueses, esta exposição constitui uma oportunidade de enquadrar a própria colecção. (…) em relação a outras colecções privadas, a de Ivo Martins alcança um especial relevo por integrar não apenas obras de desenho, pintura, escultura, vídeo e fotografia, mas trabalhos e formas de instalação e exposição que, seja pelo seu domínio experimental ou pelo espaço físico de ocupação surgem pouco representados no panorama do coleccionismo privado português”

museu dos transportes e comunicações: alfândega – edgar cardoso: o engenho e o homem
exposição evocativa do trabalho do eng. edgar cardoso onde se pode apreciar diversos projectos levados a cabo pelo “sr. pontes”. desde a ponte da arrábida à ponte s. joão incluindo o reforço da ponte luis i e outros trabalhos. para além de fotos e projectos dos seus trabalhos podemos ainda ver maquetes reduzidas que eram utilizadas para determinar a viabilidade das suas construções.

museu do vinho do porto
exposição inaugural do museu do vinho do porto com bastante informação sobre a vertente comercial a ele associada: a ligação inglesa, o transporte no barcos rabelos, a construção do caminho de ferro, a realidade social resultante dessa exploração comercial. o museu em si não é muito grande e parece-me que já fica um pouco fora do circuito turistico.

por Vitor Silva



Comments are closed.